Archives for: janeiro 2015

Características do Ouro

ouro

O ouro é conhecido desde a antiguidade e provavelmente foi um dos primeiros materiais trabalhados pelo homem. Sempre representou riqueza material para a humanidade, associado ao luxo e muitas vezes ao sagrado, sendo evidenciado pela Bíblia.

É encontrado em forma de pepita, misturado ao quartzo e a outros metais, em minas, encostas e leitos dos rios, em vários lugares do mundo, mas sempre em quantidades pequenas.

Extremamente maleável, para emprestar resistência ao ouro é preciso ligá-lo a outros metais como a prata, o cobre, o níquel ou o paládio. A quantidade desses metais em sua liga é que faz com que ele seja mais ou menos puro e ainda,  podem acontecer variações de cores. As mais usadas em joalheria são o amarelo, rosa e branco. Porém, existem também nas cores: pérola, verde, azul, vermelho, lilás, púrpura, marrom e cinza.

Quanto mais raro, mais valioso. É isso que faz com que o ouro seja considerado o metal mais precioso que existe. Além de jóias (anéis, relógios, brincos, pulseiras e colares), é muito utilizado em objetos de luxo, medalhas, tecnologias, moedas e até para fins comestíveis (como decoração para doces refinados).

Nomenclaturas

Quilate (K) = unidade de medida da porcentagem de ouro nas ligas;
Ouro puríssimo = 100% de ouro → 24 quilates (24K) ou ouro 999,9 → usado como lastro monetário;
Ouro puro = 91,6% → 22 quilates (22K) ou ouro 916,6 → moedas e joias para investimento;
Ouro de excelente qualidade = 75% de ouro → 18 quilates (18K) ou ouro 750 → mais usado na joalheria da Europa e do Brasil;
Ouro de ótima qualidade = 58,33% → 14 quilates (14K) ou ouro 586 → muito usado na joalheria norte-americana;
Ouro de boa qualidade = 41,6% de ouro → 10 quilates (10K) ou ouro 416 → usado na maioria das joalherias brasileiras, muitas vezes titulado como Ouro 12, porém não podendo ser chamado assim, já que o ouro 12K tem 50% de ouro (pois é metade de 24K);
Ouro de menor qualidade = 37,5% de ouro → 9 quilates (9K) ou ouro 375 → usado na maioria das joias do Reino;
Ouro de baixa qualidade = 33,3% de ouro → 8 quilates (8K) ou ouro 333 → mais baixo teor aceitável na joalheria.

Confira as opções da Boiko: http://www.joalheriaboiko.com.br/

 

brinco-em-ouro-amarelo-18k-com-diamantes_lst_cat

alianca-classica-em-ouro-amarelo-branco-e-rose-18k_lst_cat

gargantilha-c-rubi-oval-e-diamantes_lst_cat

O ouro é conhecido desde a antiguidade e provavelmente foi um dos primeiros materiais trabalhados pelo homem. Sempre rep...

Read More »

Características da Prata

PEPITA

A prata é conhecida desde a Pré-História, alguns historiadores estimam que sua descoberta se fez pouco depois do cobre e do ouro. No Egito, o ouro era considerado um metal perfeito, logo, lhe era atribuído o símbolo de um círculo, já a prata era representada por um semicírculo.

Geralmente a prata é encontrada em forma compacta como grãos e pepitas. Quando polida torna-se um belo metal de cor branco-prata brilhante. Sua maleabilidade se tornou ideal para confecção de objetos decorativos. Nos tempos antigos ela era muito usada no pagamento de dívidas, ornamentos pessoais e artigos religiosos.

Como é impossível utilizar a prata em sua forma pura, devido a maleabilidade, ela é ligada com outros metais e recebe diversas denominações que correspondem a quantidade de prata pura na liga. Por exemplo, a prata 925 possui 92,50% de prata e o restante 7,50% são de outros metais.

Um objeto só é considerado prata de lei – que recebe esse nome devido a lei regida pelo Rei de Portugal, Dom Afonso III, que punia quem alterasse o valor da mistura – quando seja composta pelo menos com 80% de pureza.

Nomenclaturas

Prata Baixa ou Prata 90: com mais de 200 milésimos de liga (cobre);

Prata de Lei teor 800: contém 20% de liga;

Prata de Lei teor 833: contém 16% de liga;

Prata de Lei teor 835: contém 16% de liga, acrescida de um banho de prata;

Prata de Lei teor 916: contém 8% de liga;

Prata de Lei teor 925 ou Sterling: contém 7,5% de liga;

Prata de Lei teor 950: contém apenas 5% de liga.

Prata de Lei teor 916 ou 1º título ou 11 dinheiros: contém 8% de liga; é mais usada em Portugal.

Confira as opções da Boiko: http://www.joalheriaboiko.com.br/

relogio-michael-kors-prata-cronografo-pulseira-de-aco-mk5020_dz alianca-de-bodas-de-prata-em-ouro-amarelo-18k-com-detalhe-em-ouro-branco-18k_dz alianca-de-compromisso-em-prata-950_dz

A prata é conhecida desde a Pré-História, alguns historiadores estimam que sua descoberta se fez pouco depois do cobre e...

Read More »

Moda 2015 | Tendências do Verão

 

Essa época do ano, adorada por muitos, certamente inspira estilos mais descolados e coloridos.  As tendências de 2015 foram lançadas por eventos como Fashion Rio e São Paulo Fashion Week. Vamos conferir?

Ladylike

Direto da década de 50 e 60 o estilo voltou. Saias midi levemente godês e saias rodadas com a cintura marcada dão mais sutileza ao visual. Segundo a consultora de moda Danielle Ferraz, pode-se misturar a peça com um cropped ou camisetas de malha.

BeFunky_01a1.jpg1 Estilo-Lady-Like2 c2830ad8412a49c47fa30255f16c7f99

Esporte Chic

Peças usadas para prática de esportes ganham destaque com a tendência chamada “comfy” (conforto em inglês). A ideia é usá-las de uma forma mais elegante como o shorts de corrida, porém com um tecido mais refinado.

13 41

Laranja e Amarelo

A energia vibrante dessas cores que têm a cara do verão e ganhou espaço nas coleções de várias grifes no Fashion Rio.

30_07_blog

Estampas Bicolores

Belas estampas, com a predominância de duas cores.

colcci-spfw-verao-2015-desfile-img-3

Pantalonas

Formas amplas e leveza de tecidos seguem em alta com a aposta em pantalonas.

pantalonas verao 2015 1

Agora que você já está por dentro das tendências, que tal aliar esses visuais descolados com joias da Boiko? Confira: http://www.joalheriaboiko.com.br/

  Essa época do ano, adorada por muitos, certamente inspira estilos mais descolados e coloridos.  As tendências de 2015...

Read More »

A Origem do Buquê

buque-de-rosas-1

A palavra Buquê é de origem francesa e se trata de um arranjo de flores usado pela noiva no dia de seu casamento. Há muitas teorias que relatam sobre a origem do Buquê. A primeira delas surgiu na Antiga Grécia, onde no dia do casamento as flores deveriam ser oferecidas num ritual a deusa Hera, noiva de Zeus.

Já alguns historiadores citam que, na Era Medieval, era tradição na França que a jovem que iria se casar percorresse a pé as ruas da vila a caminho da igreja. Durante esse trajeto, os moradores da vila ofereciam flores para que a jovem tivesse sorte e felicidade. Ao final da caminhada a moça já teria recolhido muitas flores, formando um buquê.

Outra teroria, um pouco estranha pelo motivo, era que nos séculos XVI e XVII, os hábitos de higiene eram raros e o primeiro banho do ano era tomado apenas no inicio da Primavera (Hemisfério Norte), no mês de Maio. Logo, as flores eram usadas para disfarçar o mal odor.

O ato de jogar o buquê foi disseminado na França durante o século XIV e tinha como objetivo dar sorte a moça solteira que conseguisse pegar o adorno. O gesto de atirar o bouquet surgiu para evitar que as moças solteiras arrancassem pedaços do vestido da noiva, para terem sorte em encontrar um companheiro.

Com o passar do tempo e com o surgimento de diversas flores exóticas, os arranjos começaram a ser mais sofisticados e simbólicos. Confira alguns deles:

Acácia branca ou rosada: constância e elegância

Azaleia: romance;

Begônia: timidez;

Camélia: beleza, virtude;

Copo de leite: felicidade e pureza;

Cravo: fertilidade;

Crisântemo: paixão;

Dália: delicadeza;

Girassol: vida;

Hortência: energia;

Jasmim: amor;

Lírio: sorte e casamento;

Margarida: inocência;

Miosótis: amor sincero;

Tulipa: amor;

Violeta: lealdade;

Orquídea: sensualidade;

Rosa branca: pureza, paz;

Rosa champanhe: admiração, reverência;

Rosa alaranjada: fascínio, encanto;

Rosa cor-de-rosa: amizade, carinho;

Rosa vermelha: amor, paixão;

Atualmente o buquê tornou-se uma peça essencial, sendo até mesmo considerado parte do look da noiva. Os modelos são os mais variados novas tendências demarcam o uso de botões, pedras, pérolas, tecidos e outros apetrechos para compor o buquê.

Buques-de-noiva-7 Buques-de-noiva-5 Buques-de-noiva-2 Buques-de-noiva-9 Buques-de-noiva-3

 

A palavra Buquê é de origem francesa e se trata de um arranjo de flores usado pela noiva no dia de seu casamento. Há mui...

Read More »